Arquivo para dezembro \27\UTC 2012

Pra não dizer que não falei do mistério da adaptação

As lembranças de quando enfrentei os desafios do  exame de admissão ainda pulsam em minha memória. Os sentimentos naquela época se embaraçavam: era uma mistura de adrenalina, e frio na barriga. O medo do desconhecido, e a curiosidade de querer conquistá-lo, se confrontavam. Tudo mudou quando cheguei à Barbacena, e entre as montanhas, contemplei a fachada da Escola Preparatória de Cadetes do Ar. Ali, começou a minha jornada. A concretização do meu sonho.

Embora às vezes eu questione a veracidade das imagens e informações contidas no vídeo, no geral, É TUDO VERDADE. Ano passado estava eu, aqui, todo-todo. Corrigiria e iria além, arriscando um “os sentimentos naquela época se embaraçavam: era uma mistura de cabacice e vibração, o medo de não adaptar-me, e a curiosidade de arriscar tanta coisa”. E, para a glória geral da nação, deu tudo certo. Agora são só agradecimentos e momentos que ficam na memória. Momentos bons ou ruins.

Continue lendo ‘Pra não dizer que não falei do mistério da adaptação’

Anúncios

Pra não dizer que não falei do mistério da EPCAr

Pra você que acabou de chegar, esta é a parte 2 de uma série de posts, é só clicar aqui pra ler a Parte ONE
Galera de Campo Grande MS, sintam-se obrigados a comentar.

Começava também a saltitação, o aprendizado por meio da dor, a ordem unida, a saudade, a vida na caserna, o cansaço… E, nada mais foi do que aquilo que eu disse ali em cima. É um período muito, mas muito chato. E, apesar de tudo, muito gratificante. Perda de voz logo no primeiro dia. Canções pra treinamento físico vibrantes. Por mais curioso que pareça, tenho saudades desse período. Alguns alunos diziam isso, que iríamos olhar pra trás e sentir saudade. E é justamente por isso, por ter sido um tempo extenuante, vibrante, o primeiro contato com a vida militar, as amizades formadas. Sem falar que ainda não tínhamos instrução científica, ou seja:  matemática, física e química. Amigos, conciliar instrução militar, instrução científica e educação física não é nada fácil. Uma instrução científica PUXADA.

418471_4700248907956_332439608_n

Vou pular direto pro final da adaptação por que acho que já tá mais que explicado. Banho do bicharal. No último dia de EAD, acordamos cedo, colocamos a farda azul-aeronáutica , ensaiamos pela última vez a cerimônia de entrega de platinas, e colocamos o uniforme de educação física. Após alguns polichinelos, flexões, fomos correr. A corrida mais vibrante. Demos uma boa conhecida na escola, indo até o estádio e voltando para a frente do cinema. Lá, já estavam todos os pais esperando orgulhosos para ver seus filhinhos de novo. Todos cansados, acho que cantamos a Canção da Escola e depois um ordinário, e então, começou a cair água do céu. Felicidade geral, emoção. O fim. Chegamos no fim da adaptação da Escola Preparatória de Cadetes do Ar. Em poucas horas, ganharíamos as platinas, e enfim seríamos alunos.

Continue lendo ‘Pra não dizer que não falei do mistério da EPCAr’


Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 273 outros seguidores

Já no Twitter…

  • RT @capricapeta: É muito difícil não ter aquele apoio.. É aí que as vezes a gente vê que tá "sozinho" nesse mundão.. 1 month ago
  • RT @Gen_VillasBoas: Agradeço a aprovação do PLC 44, que garantirá a segurança jurídica de meus comandados quando em operações de Garantia d… 1 month ago
  • qui est le prochain? 2 months ago
  • RT @Gen_VillasBoas: A segurança pública no RJ não possui solução rápida, nem fácil. Toda a sociedade precisa assumir suas responsabilidades… 2 months ago
  • RT @Gen_VillasBoas: A Op GLO no RJ exige segurança jurídica aos militares envolvidos. Como Cmt tenho o dever de protegê-los. A legislação p… 3 months ago

Blog Stats

  • 46,677 negos sem vida social ja acessaram