Votos de quem nada deve

“Isto é para quando você vier.”

Trecho de início do livro Nove Noites, de Bernando Carvalho.

Espero que tenha aproveitado todas as comodidades e facilidades que a vida paisana poderia te oferecer, porque, talvez, tenha tudo acabado. Espero que não tenha ficado no computador o dia inteiro, jogando Call of Duty, sentindo-se O Militar. Espero que a vida não tenha passado enquanto você curtia fotos de 9 gag ou qualquer outra porcaria. Espero que tenha aproveitado seu chuveiro elétrico, abrido mil vezes a geladeira e tenha tratado sua cama com o respeito que ela merece. Mas se você não fez tudo isso, tudo bem. Eu realmente apenas espero que você tenha abraçado seus pais, todos os dias até a apresentação em Barbacena, e dito o quanto você os ama. Que tenha dedicado bastante tempo a ver comédias no Netflix com eles. Espero que tenha brigado com seus irmãos o suficiente para sentir saudades, e espero que o seu cachorro – Billy, Spike, Lassie – tenha lhe dado umas boas lambidas. Mas tudo bem. Você também não fez nada disso.

Espero que você tenha se planejado. Que tenha comprado as passagens para vir lá de Santarém com uma antecedência boa, e que o hotel Carandá tenha sido reservado por um bom preço, assim que você soube de sua aprovação no TACF. Espero que você tenha descansado bem, dormido uma boa noite de sono sem ser interrompido pela MC Beyoncé, dizendo para você não olhar para o lado, pois quem estava passando era o bonde (ou qualquer outro funk que estiver em alta quando você chegar). Porque agora, João; agora não tem volta.

Esteja com a cabeça aberta. Você vai conhecer uma unidade de excelência no coração da Mantiqueira. Sim, escondida, no meio de Barbacena, BQ. Espero que você não tenha trazido balde, João; e tomara que alguém que more mais perto daqui do que você tenha traga uma tábua de passar roupas. Ou não.

Aproveite esse momento, Eduardo. Espero que você se sinta realizado, mas também saiba que está apenas começando. Tomara que você não pense que o Aluno adaptador é seu amiguinho, pois ele ficará muito irritado se você tratá-lo dessa forma. Tomara que você demonstre algum respeito.

Bruno, tomara. Tomara que você tenha dado algumas corridas para se manter bem fisicamente, e que após a sua aprovação no TACF sua vida não tenha se tornado bebedeiras em comemoração ao seu maior sucesso (até agora). Tomara que você aguente firme, que tenha a ciência de que tudo isso vai passar, e que o melhor é reservado para quem persiste até o final. Espero que seu pai não tenha lhe obrigado a vir para cá, e que ainda dê tempo de consertar as coisas pra você, que veio de tão longe. Talvez você acabe gostando. Então resista.

Espero que você se emocione ao conhecer cada instalação da escola. Não precisa chorar, é claro. Tomara que você não se esqueça de onde veio, Pedro; que se lembre de todos os seus sacrifícios, e dos sacrifícios que todos aqueles que te querem bem fizeram pra te ver aí, pagando flexão e correndo igual maluco. Espero que essas lembranças te motivem a seguir em frente, e sejam maiores que a saudade de casa. Lembre-se de tudo isso quando for ao cinema, quando conhecer o estádio e quando estiver aprendendo e bizonhando em seus primeiros passos de ordem unida. Que dê valor às suas origens.

E tomara que você chore. Chore de alegria pela etapa concluída, chore de felicidade. Chore para renovar o espírito para o que está apenas começando. Sei que é difícil, Matheus. Seus pais não puderam vir colocar suas primeiras platinas nos seus ombros – você sabe, as coisas não vão tão bem assim lá em Manaus, mas lembre-se deles. Que pelo menos tenha alguém para te dar um abraço nesse momento, nem que seja o mais novo colega de turma que você acabou de conhecer. Comemore.

Espero que você viva intensamente o primeiro ano. Espero que você aproveite o recesso de carnaval para pensar na vida, pensar no que você realmente quer. Tomara que a escola tenha atingido suas expectativas até agora, e que atinja as próximas também; e que seu pai não fique bravo por quê você pediu desligamento (com a maturidade de saber o que queria).

Mas se você continua com a gente, Rodrigo, que você se conheça, e conheça a Escola. Que incorpore rapidamente os nossos valores e o que é apregoado por nós, ou terá problemas por aqui. Espero que você tenha o discernimento de focar no seu objetivo; que esses anos todos não te tragam vícios, mas apenas virtudes. Espero que você tenha uma personalidade forte, e se não tiver, que saiba refletir suas escolhas. Que você não se deixe levar pela falsa ideia felicidade coletiva que é vendida por esse mundo: tomara que você se afirme aqui.

Desejo fortemente que a sua estadia em Barbacena não se torne uma coleção de arrependimentos, e isso só depende de você. Se for pra odiar o tempo, que o odeie por passar tão rápido, por tudo rapidamente se tornar lembrança.

Que você não fique preso ao passado, Augusto. Que viva cada dia intensamente, com a humildade de saber que tudo por quê você está passando é aprendizado, experiência. Momentos bons ou ruins, eles passarão.

Tomara que você não use máscaras! Tomara que tenha a coragem de ser você mesmo, e que seja leal com quem quer que for que te rodeie, se esse alguém merecer sua lealdade. Espero que não tenha vergonha de lutar por aquilo que acredita, e que não seja flexível com relação aos seus valores. Honre-os!

Espero que você tenha conquistado o que for que conquistou por merecimento, sem trapaças e sem fingimentos: sem machucar ninguém.

Quando finalmente virar um veterano, que sinta orgulho de sua trajetória. Não estou falando de cargos ou homenagens, nem que você tenha uma legião de bajuladores, não. Que tenha honrado seus compromissos, honrado seus pais, e adquirido sabedoria sobre si mesmo o suficiente para aproveitar bem esse último ano. Espero que você não fraqueje, e caso isso aconteça, que tenha amigos – non multa, sed multum – para ajudar na recuperação; é geralmente aí que você consegue diferenciá-los.

Tomara que você tenha estudado… Não importa o quanto você é antigo, Diego. Se trata do quanto você sabe, do quando realmente aprendeu… Que essa classificação de zero-zero não seja fruto de cepa de véspera. Que tenha se aplicado, com a noção de que caso a carreira não dê certo, os vestibulares vão cobrar todos esses três anos lá. E você tem que estar pronto.

Mas se conselho fosse bom, você estaria pagando uma nota para ler esse texto. Vá e vença você mesmo! Vai se divertir, garanto.

Barbacena, dezembro de 2014.

IMG-20141214-WA0008

Anúncios

12 Responses to “Votos de quem nada deve”


  1. 1 Alex Faulhaber, RJ março 23, 2016 às 7:32 pm

    Volta a escrever no blog, é muito legal.

  2. 2 Regina Aquino julho 12, 2015 às 6:43 pm

    Que lindo! Deus te abençoe por poder expressar com tamanha clareza o sentimentos de todos nós que torcemos por cada aluno que hoje está na Epcar ou que estiveram por lá.

  3. 3 Pâmila julho 11, 2015 às 5:29 pm

    Sensacional e emocionante! :) parabéns mil vezes pelo texto.

  4. 4 MARCO QUADROS julho 11, 2015 às 2:10 pm

    Para mim, pai de um aluno que está aí em BQ, foi começar a ler e as lágrimas rolarem. Muito emocionante e trás as lembranças vividas no período pré-epcar. Foram 3 anos que meu filho passou tentando entrar e graças a Deus e aos próprios esforços conseguiu. E coincidentemente no texto é citado o nome dele(Pedro) e do nosso cachorro (Spike). Tive a oportunidade de entregar as platinas a ele, mas sei que nem todos tiveram seus pais presentes. Mas como o Brigadeiro falou na palestra de apresentaçao; “aqui vcs são uma nova família”. Parabéns amigo pelo ótimo texto.
    Abraços

  5. 5 Gilberto RAMALHO julho 11, 2015 às 1:19 pm

    Os ensinamentos recebidos na EPCAR e as eternas e fraternas amizades conquistadas em BQ me tornaram uma pessoa muito mais feliz e preparada para encarar a vida pessoal e profissional.

    Embora já tenha se passado 40 anos de meu ingresso na Escola, o texto também é atual para o pessoal da minha geração.

    Parabéns pela matéria que reflete exatamente como é a rotina na nossa saudosa EPCAR.

    75/162 – Ramalho

  6. 6 Luciano Menna julho 10, 2015 às 1:25 pm

    Sensacional! Voltei aos meus tempos de aluno de BQ, entre 83 e 85!

  7. 7 marco julho 10, 2015 às 11:18 am

    Nota 10. Parabens!

  8. 8 Davy Leonardo julho 9, 2015 às 1:46 pm

    Emocionante !! Tá chegando, NON MULTA SED MULTUM!

  9. 9 J V julho 9, 2015 às 4:35 am

    Chorei cara )):

  10. 10 Lucas julho 9, 2015 às 2:45 am

    Belo texto, parabéns!

  11. 11 Alessandra Lobão julho 8, 2015 às 6:10 pm

    Muito bom!!! Saudades

  12. 12 Ana Botelho Laschi julho 8, 2015 às 4:47 pm

    Show!


Comenta aí, é de graça!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 273 outros seguidores

Já no Twitter…

  • qui est le prochain? 3 weeks ago
  • RT @Gen_VillasBoas: A segurança pública no RJ não possui solução rápida, nem fácil. Toda a sociedade precisa assumir suas responsabilidades… 3 weeks ago
  • RT @Gen_VillasBoas: A Op GLO no RJ exige segurança jurídica aos militares envolvidos. Como Cmt tenho o dever de protegê-los. A legislação p… 1 month ago
  • Essa é aquela hora que bate o desânimo pra voltar pra rotina, fim de férias. Fácil de resolver:… instagram.com/p/BPDnqRTAOr3/ 8 months ago
  • RT @plantao190: De acordo com informações da polícia ele está de calça jeans, camiseta preta e tem 3 kg de beiço (foi a polícia que informo… 8 months ago

Blog Stats

  • 46,205 negos sem vida social ja acessaram

%d blogueiros gostam disto: